segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Quanto custa preservar a Mata Atlântica

Pagar taxas para que proprietários em zonas rurais preservem uma porção maior de terras do que é obrigatório por lei parece ser uma forma viável de evitar a perda de serviços prestados pela Mata Atlântica, como impedir a disseminação de pragas e garantir a qualidade das águas. 

domingo, 19 de outubro de 2014

Estudo revela que uso de adoçante pode levar a diabetes

Na hora de adoçar o café, chá ou suco, você prefere açúcar ou adoçante? A maioria das pessoas sente diferença no paladar entre os dois, mas a boa notícia é que no mercado há vários tipos de adoçantes, que podem baixar as calorias da sua dieta e ajudar você a emagrecer ou manter o peso.

A revista Nature publicou um artigo produzido por pesquisadores de Israel a respeito dos efeitos do adoçante. Segundo o estudo realizado em camundongos, a ingestão de adoçantes pode mudar a composição de bactérias boas no intestino e levar o usuário a ter diabetes.


sábado, 18 de outubro de 2014

Substância no açúcar pode transformar colesterol bom em ruim

Uma substância encontrada no açúcar pode tornar “ruim” o “bom” colesterol (HDL) que previne doenças cardíacas. Esta foi a principal descoberta de um estudo publicado financiado pela British Heart Foundation (BHF) e publicado na revista “Nutrition and Diabetes”.

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Menino atacado por tigre ganha prótese com desenho personalizado

O menino Vrajamany Fernandes Rocha, que teve o braço direito amputado depois de ter sido atacado por um tigre no zoológico de Cascavel (PR), em 30 de julho, esteve em Sorocaba (SP) nesta quinta-feira (16) para receber o braço artificial doado pelo por um empresário da cidade, especializado em produtos ortopédicos. A prótese, que é estética e pesa pouco mais de um quilo, é personalizada com o desenho de um tigre, como foi pedido pelo garoto.

Vrajamany chegou à clínica ortopédica ansioso para ver o desenho feito e doado ao menino pelo tatuador de Sorocaba Ricardo Bibiano. Em entrevista ao G1, o garoto contou que estava curioso para experimentar o braço mecânico e que queria ver o tamanho do desenho do tigre. "Tinham me dito que ia cobrir o braço todo e eu estava muito ansioso para ver. Achei muito 'da hora', adorei mesmo", comenta. Ele esteve em Sorocaba pela terceira vez acompanhado da mãe, padrasto e o irmão.

Segundo o empresário Nelson Nolé, a prótese doada ficou de acordo como ele queria e o menino deixou a clínica já usando o braço mecânico. Além disso, Nolé ressalta que o desenho é tão importante quanto o braço em si para ajudar na autoestima dele. "O desenho serve para tirar qualquer tipo de preconceito e também lembrar a todo mundo que usar prótese não é nenhuma vergonha", explica o empresário. Vrajamany terá de voltar à clínica para fazer ajustes no ombro a cada seis meses.




(G1)

Redução do desperdício de água geraria ganho de R$ 29,9 bi até 2025

O estudo da Confederação Nacional da Indústria (CNI) mostra que a redução das perdas nos sistemas de abastecimento de água geraria ganhos potenciais de R$ 29,9 bilhões para a economia até 2025. Essa economia seria alcançada ao se reduzir o volume desperdiçado nas redes de distribuição para 23,2% nos próximos 11 anos. Hoje, é de 36,9%.

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Com excesso de turistas, Ilha Grande terá tarifa de barcas mais alta e estuda controle da visitação

A Ilha Grande ficou pequena para a quantidade de visitantes que vem recebendo nos últimos anos. Num domingo de sol do verão passado, chegaram a desembarcar 20 mil pessoas no local, quase o dobro da população de lá, calculada em 12 mil moradores. Nesse dia da semana, o fluxo de turistas tem sido intenso até mesmo na baixa temporada. Alguns culpam a redução do valor da passagem das barcas, depois de um período de tarifas elevadas. Outros responsabilizam operadoras de turismo, que levam passageiros para a ilha com embarcações velozes e horários frequentes. O fato é que a população e autoridades já estudam como impor um limite à visitação, nos moldes do sistema adotado em Fernando de Noronha, onde há um rígido controle de acesso.



quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Lista Nacional de Agentes Cancerígenos para Humanos

Os ministérios do Trabalho e Emprego, da Saúde e da Previdência Social divulgaram semana pasada a Lista Nacional de Agentes Cancerígenos para Humanos (Linach), que vai servir de base para a formulação de políticas públicas, principalmente na área de saúde do trabalhador. A portaria interministerial foi publicada no Diário Oficial da União.

As substâncias foram divididas em três grupos: carcinogênicos para humanos, provavelmente carcinogênicos para humanos e possivelmente carcinogênicos para humanos. A Linach deverá ser atualizada semestralmente.

A medida faz parte das ações da Política Nacional de Segurança e Saúde no Trabalho, sancionada em 2011, e que estão descritas no Plano Nacional de Segurança e Saúde no Trabalho. Ele é dividido em tarefas de curto, médio e longo prazos e está de acordo com a convenção da Organização Internacional do Trabalho. A Linach foi organizada levando em conta estudos científicos existentes e a lista de agentes cancerígenos da Agência Internacional para a Investigação do Câncer, da Organização Mundial da Saúde.




Acesse: PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 9 DE 7 DE OUTUBRO DE 2014.aspx

(EBC)

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Gestantes poderão ficar livres de carência de plano de saúde

Planos e seguros de saúde poderão ser proibidos de fixar qualquer carência para gestantes de risco, menores de 16 anos ou portadoras de alguma deficiência física, mental ou sensorial. A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado vai votar nos próximos dias a proposta que acrescenta dispositivo à Lei 9.656/1998, que regula os planos e seguros privados de assistência à saúde. A proibição da exigência de carência se aplica à realização de exames pré-natais, de acompanhamento e tratamento obstétricos e parto. Para o senador Gim (PTB-DF), autor do projeto de lei, o tratamento especial reivindicado se justifica pela condição de maior vulnerabilidade socioeconômica dessas gestantes.

“A justiça de nossas leis, para ser equitativa, deve, portanto, contemplar essas mulheres hipossuficientes quanto à condição de enfrentar as dificuldades de uma gravidez e de um parto com tratamento adequado no que diz respeito ao atendimento médico-hospitalar por elas contratado junto a operadoras de planos de saúde.”, argumenta o autor do projeto.

Gim pondera que, diante da progressiva queda nas taxas de natalidade no país, a medida não deverá causar “alterações importantes na lucratividade dos planos de saúde”. Esta percepção também foi compartilhada por Suplicy no voto pela aprovação da proposta.

Depois de passar pela CDH, o projeto será submetido a votação final na Comissão de Assuntos Sociais (CAS).


(O Globo)

ANA: mais fácil Palmeiras campeão que plano da Sabesp vingar

É mais fácil o Palmeiras ganhar o Campeonato Brasileiro deste ano do que o plano da Sabesp para usar a segunda cota do “volume morto” do Sistema Cantareira dar certo. É o que avalia o diretor-presidente da Agência Nacional de Águas (ANA), Vicente Andreu, de acordo com informações da Folha de S. Paulo.

Segundo Andreu, é “altamente arriscado” utilizar a segunda parte do “volume morto” porque o estudo da Sabesp que estima a entrada de 15 m³/s de água no Sistema Cantareira neste mês “não tem nenhum amparo técnico na realidade”. "É mais fácil o meu Palmeiras chegar em primeiro no Campeonato Brasileiro", afirmou.

Em audiência pública sobre a crise hídrica realizada na sexta-feira na Câmara Municipal de Campinas, no interior de São Paulo, Andreu disse que “para chegar em abril com 10% de águas nas represes do Cantareira, estão prevendo um cenário que, para outubro, já não está se verificando”.

Até este fim de semana, o Palmeiras era o 13º colocado do Campeonato Brasileiro e estava 25 pontos atrás do líder, Cruzeiro.







(Terra)

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Veja também: